TV PIBCI

DOMIMGO - 09:40hs e 18:30hs

QUARTA - 19:00hs

CULTOS GRAVADOS

Notícias

02.06.2016

Missões Mundiais Leva Esperança a Vítimas de Terremoto no Equador

Marcia Pinheiro – Redação de Missões Mundiais

 

A população do Equador ainda vive as duras conseqüências do terremoto de 7,8 graus na escala Richter que atingiu o litoral norte do país no dia 16 de abril. As necessidades são muitas, e a Convenção Batista do Equador e a coordenação do PEPE (programa socioeducativo) na América do Sul pedem aos batistas brasileiros que participem da campanha Ajude Agora – Equador, organizada por Missões Mundiais para levantar recursos financeiros que possam levar ajuda humanitária a muitos desabrigados. Duas unidades do PEPE também foram atingidas pelo terremoto; por conta disso, dezenas de crianças estão sem aulas. Graças ao Pai, não houve registro de feridos.

 

Segundo a Secretaria de Gestão de Riscos do Equador, o número de mortos por causa deste terremoto já passa dos 660 e ainda há cerca de 30 mil pessoas que estão em abrigos temporários. Os dados apontam ainda que 40 pessoas permanecem desaparecidas e 27.732 receberam atendimento médico, 4.605 delas por ferimentos.

 

Os principais locais atingidos foram as cidades de Pedernales, Bahía de Caraquez, Manta e outros locais da província de Manabí, a mais atingida pelo terremoto, ao reportar, até agora, 645 mortos, 33 desaparecidos e 24.117 desabrigados.

 

Nossas missionárias que atuam no Equador, Joseane Lima e Marta do Carmo, estão no Brasil para um período de promoção pelas Igrejas e não vêem a hora de retornar aos seus respectivos campos e levar ajuda aos que ainda sofrem por conta deste terremoto.

 

O pastor Ruy Oliveira Jr., coordenador dos nossos missionários nas Américas, conta que duas unidades do PEPE sofreram prejuízos.

 

“Fui informado pela coordenadora do PEPE no Equador, Angélica, que uma unidade que se encontra em Tonsupa teve seus móveis e materiais roubados logo após o terremoto. Em Portoviejo, a Igreja onde funcionava uma unidade do PEPE está com sua estrutura comprometida. Estas unidades estão sem condições de retomarem suas atividades. Graças a Deus, nossos alunos e missionários- -educadores não sofreram ferimentos”, diz o pastor Ruy.

 

Ele relata ainda que a Convenção Batista do Equador tem mobilizado Igrejas das regiões mais atingidas através de voluntários de diversas áreas profissionais. Eles atuam no atendimento a desabrigados que se encontram em acampamentos e também com pessoas que permanecem em suas casas, porém não contam com os serviços básicos de infraestrutura. Alimentos e medicamentos básicos também são distribuídos por estes voluntários.

 

Durante o encontro dos líderes da União Batista Latino-Americana, o pastor Ruy teve a oportunidade de conversar pessoalmente com o presidente da Convenção Batista do Equador, pastor Milton Bustos, que definiu como principais prioridades de ajuda às vítimas: Apoio financeiro, apoio para o retorno de nossas missionárias que se encontram em período de promoção no Brasil e reforço voluntário.

 

 

 

Fonte: www.batistas.com